sexta-feira, 1 de julho de 2016

Outros sonhos


todas as manhãs abria os olhos

fixava-os no teto do quarto

e fazia a mesma pergunta

e agora?

continuar o sonho da noite

sonhar delicadezas e fadas

pairar sobre a casa

sem dores

perambular favores

sem mendigar

sentar-se à mesa e

provar sabores de paz

dizer sorrisos reais

e aprender a acordar

de um sonho dentro do outro...


Marisete Zanon  

Nenhum comentário:

Postar um comentário