sábado, 27 de fevereiro de 2016

Lonjuras



Coração que bate lonjuras
Carrega causas e efeitos
Deixa marcadas rasuras
Marcadas dentro do peito
Rasga a renda do tempo
Tecida pela fina pele
Trançada de segredos
Levada pelo vento
Tão meu...
tão teu coração...
não há distância
para quem ama.

Marisete Zanon 

6 comentários:

  1. Lindo, Marisete!
    Realmente, não há distância para quem ama!
    Feliz semana, abraços carinhosos
    Maria Teresa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço de coração o comentário querida. Um lindo fim de semana!

      Excluir
    2. Agradeço de coração o comentário querida. Um lindo fim de semana!

      Excluir
  2. Pois está certíssima. Se observar eu também tenho quase 10 mil seguidores e um clic ou dois... as pessoas querem quantidade, mas são araras as que realemente nos percebem... também ando bem anti-social e perdi muita da doçura que tinha de tantas coisas desagradáveis que aconteceram... Tenho voltado ao blog, mas face e google também ando deixando de lado! Cansei! É muita hipocrisia e falsidade de gente que nem nos conhece, não sabe quem somos, o que passamos ou sentimos e vivem a querer julgar e nos apontar o dedo... e para essas, ando mostrando o dedo do meio... rsrsrsrsr desculpa minha querida, mas sei que tenho essa liberdade contigo. Gosto da sua forma de escrever que, de certa forma, tem algo de mim nelas

    ResponderExcluir
  3. Vida louca essa, né Malu? Obrigada pelo carinho de sempre! Ótimo fim de semana pra t!

    ResponderExcluir
  4. Vida louca essa, né Malu? Obrigada pelo carinho de sempre! Ótimo fim de semana pra t!

    ResponderExcluir