sábado, 26 de dezembro de 2015

Meus desejos para 2016




 Esse ano de 2015 (me desculpem) foi uma verdadeira bosta em todos os sentidos e em todas as áreas e para ajudar ainda estive um pouco mais insuportável.  Nosso país assolado pela corrupção, nosso povo manipulado e decepcionado com a falta de justiça e se não bastasse, meus problemas familiares um desastre, mas coisas ruins são boas para nos ajudar a crescer e nos ensinar a tomar cuidado com o que iremos escolher. Tenho fé que 2016 será diferente. E como sempre faço uma lista dos meus desejos aí vai ela, mas não tem nada a ver com Papai Noel e sim com o que eu espero de mim mesmo.
- Em 2016 quero voltar a fazer arte e a escrever.
- Curso de fotografia
- Curso de coreano
- Que a minha bipolaridade se mantenha apenas no polo positivo
- Que eu perca o medo do ser humano
-Que eu possa acreditar nas pessoas
- Quero estar mais próxima dos meus amigos, porque esse ano eu fugi até da minha sombra
- Que eu mantenha os contatos do facebook, mesmo os chatos e aumente
os contatos do G Plus
- Que meu blog volte a bombar (se eu postar nele isso acontecerá), rss
- Que eu seja uma pessoa bem melhor e menos complicada
- Que eu viva cada momento de verdade. Intensamente, servindo de exemplo, sendo luz para iluminar os que ficaram na escuridão como eu fiquei um longo tempo
- Me apaixonar novamente por mim mesma, já que até isso me tiraram, mas estou conseguindo! Consegui me fotografar ontem. Já é um passo!
- Fazer o que for possível para ajudar a mudar o país


E por que as frases não tem um ponto final? Porque cada uma pode ir além do contexto e por isso deixei as paredes abertas

Marisete Zanon

Lê, escreve, faz artes e fotografia