terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Servidão




esse alerta

que me desprende

da minha realidade

me desperta

me descola do chão

me faz escorrer nas paredes

e me atira

no conforto

                       [confronto

raiz

e

asas

tento acostumar no macio

no olhar bondoso das asas

mas não posso...

                       [ sou silêncio
servidão

raízes...

sou árvore




Marisete Zanon – Todos os direitos reservados a autora

Nenhum comentário:

Postar um comentário