quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Saltando das nuvens





Eu ainda não sei porque te carrego aqui dentro
como uma imagem surreal desenhada num papel
não há dúvidas, tu flutuas na minha mente
és uma lembrança que nunca toquei,
não pude sentir o calor, apenas imagino
e assim amarras as minhas atitudes
e fica impossível de ir a qualquer lugar
no meu pensamento que não seja teu corpo
onde voam borboletas
preciso voar no céu azul, entre as árvores
com flores perfumadas na primavera
mas prendes meu olhar dentro do teu
e faz de mim refém
porque o que há em mim é o que sei,
mas tu não sabes que sabes
e a dúvida te atormenta.
Basta atirar-te das nuvens
e sentir o prazer
de cair na liberdade de amar.
O que há em mim é o que sei,
mas estou impedida de ter
não de sentir.


Marisete Zanon    - Todos os direitos reservados a autora 

Um comentário: