sábado, 28 de setembro de 2013

Uma pausa que aplauda

                                                                         site : ego - alter ego




desliguei-me do mundo

sou órfã por opção

urge o desejo de reconhecer-me

o único som que ouço

e que inspira-me

é a batida ritmada

do tambor do meu

coração, bate e esguicha...

posso ser a fera que quer guerra

a Mariana bacana

a Sofia sacana

tudo vai de quem me atiça

tudo depende do que espero

necessito conhecer-me

não sei o tempo do bolero

só preciso ouvir a música

que o meu coração toca

por enquanto...

quando amor[teço].




Marisete Zanon  - In Confissionarium in Book