quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Só vento em mim

                                             Alexey Kurbatov


tantos quartos de motel

eu entrei e saí

te dei fantasias e sonhos

que aprendi em Hollywood

tal pescador

com esforço te fisguei

entre um vinho e outro

no mesmo cais

o mesmo beijo doloroso

a lembrança ficava

e na hora eu forjava

que não era nada

mas os fantasmas

assombravam as noites

as paredes me apertavam

e sem ti não tem sorrisos

nem orgasmos

só carícias ao vento

e só vento vive em mim...



Marisete Zanon  -   Confissionarium In Book