sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Pedinte

                                                                   imagem do Google


e se eu disser que quero estar aqui
dividindo o calor do meu corpo?
não apenas num sopro frágil
mas num voo de colibri
levantar minha saia
mostrar um pouco de mim
me leva pra tua baia?
te mostro que é carmim
segura minha mão com força
faz de mim prisioneira
e eu serei como a corça
saltitando na poeira
tu vens me domar?
prometo que deixo
usa tuas mãos pra me acalmar
lambe minha boca e segura meu queixo
me joga na cama e me prende
menti sou vibrante e teimosa
tu me desejas, sentes?
sim, sabes que sou viçosa
me joga logo nessa cama
adornada de cetim e rosas
mente e me chama dama
e vou ouvir palavras gostosas
dessas que me deixam boba
enquanto te atreves com as mãos
percorrendo meu corpo de loba
e eu agora sem poder dizer não
teu corpo me provocando
estou a ponto de explodir
e num gemido quase mudo
sinto o prazer eclodir
e depois só isso te peço:
me deixas ficar aqui?




Marisete Zanon