terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Êxodo

                                        imagem do Google



Rotos pelos muitos caminhos
diversos de condições atmosféricas
múltiplos de carências
de dúvidas sobre o futuro
o além que não se sabe se vem
extraviados dos sonhos
de olheiras nos olhares sombrios
expurgados do mundo
onde não cabem em canto algum
Rotos de pés descalços
onde as feridas sangram
no coração de uma voz rouca
sem emoção
Rotos sem guarida e sem pátria
sem pátria amada salve salve
por onde seguem tem que haver
um caminho em meio as pedras
força com a fome gritando
e as costas se lhes voltando
a cara que bate implorando
um pedaço de pão
e uma pedra para o descanso.



Marisete Zanon

Nenhum comentário:

Postar um comentário